AVISOS
Meus queridos membros! É com um pesar do tamanho de uma cacholote, que tomo a decisão. Eu tenho pouco tempo.. Com "trabalho" e estudo, não da pra administrar sozinha o forum. Tenho apenas uma pessoa que se disponibiliza a ser GM.. e sabemos bem que uma pessoa só não é suficiente neh... Então, infelizmente, vou ter que fechar o forum pra reforma. E sim, adoraria a ajuda de quem puder. Acho que o povo sabe meu msn (darklittlelady@hotmail.com). Mas como provavelmente o msn vai se aposentar. Skype: Ivy-sama Facebook: https://www.facebook.com/ivone.alvarez.33 Quero lembrar a todos, que o forum não está abandonado. Em minha ausencia, já construi algumas boas coisas no meu caderninho.
Mas ainda falta um bocado para que fique realmente bom.

Peço desculpas por isto. Travar o forum era a última coisa que eu queria, mas infelizmente não tenho pessoal suficiente pra mantê-lo enquanto trabalho. E se eu ficar sobrecaregada, alguma coisa não irá funcionar.

Quem tiver interesse em me ajudar, entre em contato!
Eu to sem no momento, mas logo logo conserto ele. To só esperando as peças.

Obrigada pela compreensão.

Att,
ADM!
Estação do Tempo



Previsão do Tempo



Últimos assuntos
» TODOS - Discussão
Seg Jun 08, 2015 6:03 pm por saphyra odin

» O que vemos não é o que parece.
Dom Nov 24, 2013 10:53 am por Admin

» Kirachy {Ficha}
Ter Nov 12, 2013 10:54 pm por Kirachy

» Dinheiro
Qua Jul 17, 2013 9:27 pm por Admin

» Evolução de Classes
Qua Jul 17, 2013 9:22 pm por Admin

» Explicação Básica do Jogo
Qua Jul 17, 2013 8:11 pm por Admin

» Procurados
Qua Jul 17, 2013 3:49 pm por Admin

» Recuperando HP e SP
Qua Jul 17, 2013 12:21 am por Admin

» Sistema de Carga
Qua Jul 17, 2013 12:17 am por Admin

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 18 em Ter Jun 18, 2013 4:28 pm
Estatísticas
Temos 165 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de alexandre

Os nossos membros postaram um total de 2202 mensagens em 433 assuntos
Novembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário


Bosque Xankul

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Bosque Xankul

Mensagem por Admin em Seg Jan 31, 2011 10:26 am



Bosque Xankul



O bosque Xankul é bastante extenso. Nele, vive uma incrível diversidade de criaturas animais e vegetais. Em Xankul, quase tudo pode ser encontrado, e este enorme, belo e perigoso bosque, convida cada aventureiro, de um modo diferente, a ser explorado em todos os cantos de sua extensão; cada milimetro, cada folha, cada pedrinha. Por ser tão extenso -- um dos maiores bosques de Callystia, se não o maior --, o Bosque Xankul além de tomar boa parte do território élfico, também tomam espaço de uma pequena parte de Khalidrian e da Pequena Colina.

Nesta parte, cujo espaço tomado é o de Leryann, as criaturas e árvores são ainda mais diversas. Provavelmente pelo fato de ser um ambiente um pouco mais misto, já que vez ou outra, as criaturas que habitam as áreas vizinhas [Pequena colina e Khalidriann] tendem a vagar livremente por todo o bosque, mesmo não sendo sua área de costume.

De todo o bosque, o do território de Leryann é o mais propenso à perigo.


Última edição por Admin em Sab Maio 28, 2011 5:56 pm, editado 1 vez(es)




For we kill with the skill to survive
It's the eye of the tiger, it's the thrill of the fight
avatar
Admin

Masculino Peixes Mensagens : 667
Data de inscrição : 16/03/2010
Idade : 31
Localização : Nifflihein

Ficha do personagem
Exp:
99999999/99999999  (99999999/99999999)
HP:
99999999/99999999  (99999999/99999999)
SP:
99999999/99999999  (99999999/99999999)

http://ageoflegends.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Trebane em Dom Jul 08, 2012 7:26 pm

O Desterrado Auto-Intitulado


A poucos dias deixei minha terra natal. Seguindo rumo ao inesperado, sem um lar para onde voltar... Sem um lar para onde EU queira voltar. Um viajante, um explorador que ama o que faz é aquele que possui um lar. Um lugar que seja o centro de seu mundo, o seu ponto de referência. Mas eu me sinto um desterrado, em um mundo tão grande e habitato, estou só e mesmo que estivesse rodeado de pessoas, ainda me sentiria só. Há um vazio em meu peito, todavia não permito que ele transparessa em minha face. Um guerreiro anda sempre de cabeça erguida, mesmo quando não esta sendo vigiado... Principalmente quando não esta sendo vigiado.

Acredito estrar nas redondezas da Pequena Colina, paro um pouco para descansar, sento-me em uma pedra e começo a descascar uma laranja com minha faca. Durante muitos anos ouvi boatos sobre alguns perigos na area do bosque dentro de Leryann, por isso segui sem descansar. Termino por devorar a laranja, jogando fora apenas a casca, comendo a babaça e engolindo as sementes, pois a quantia limitada de recursos não me permite nenhum desperdicio.

Deito-me no chão sobre a grama e olho para o ceú enquanto descanso. Já deve ter passado das 17:00, em breve ira escurecer e se não ocorrer nenhum imprevisto, dormirei um pouco, para seguir para o Sul assim que o Sol voltar a mostrar sua face no horizonte.
avatar
Trebane

Masculino Escorpião Mensagens : 47
Data de inscrição : 28/05/2012
Idade : 26
Localização : Mundo dos sonhos

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
45/45  (45/45)
SP:
20/20  (20/20)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Julieta Heim em Ter Jul 10, 2012 6:32 pm

Árvores... Um bem precioso, sem o qual o mundo iria sem dúvida ser um lugar onde a sobrevivência seria muito mais difícil, séculos deviam ter sido gastos por aquelas pequenas maravilhas para poderem crescer até aquele ponto, para constituírem um pequeno santuário para a mãe natureza, um lugar onde a paz e a calmaria estavam impregnando o ar puro dali.

E ali, naquele lugar abençoado pelos deuses, que havia demorado tanto tempo para poder se formar, mas que ao mesmo tempo podia ser tão frágil diante da ganância humana, tudo que eu conseguia pensar ao vagar entremeio aquela vegetação incrivelmente rica e valiosa, era:

"Por Nysit, se eu tivesse um machado eu mesma iria cortar cada árvore deste bosque".

Meus pés agora já deviam estar começando a criar calos de tanto caminhar no solo irregular, isto sem falar que não havia visto sinais de outros seres pensantes deste que havia deixado meu mestre e ‘suas duas noivas’. A pior parte nem era todo aquele verde, que já me deixava nauseada, ou então os insetos que hora e meia me atacavam, mas o frio intenso que eu era obrigada a aguentar toda noite, só porque sempre que conseguia acender uma fogueira eu acabava dando um ataque de pânico e jogando água na mesma... Bem, acho que ninguém poderia me repreender pelo fato de ter medo de fogo, ninguém é perfeito, no meu caso quase, mas pelo menos algum ponto fraco eu tinha que ter, senão os deuses podiam ficar invejosos com todo o meu incrível talento.

Se tudo aquilo não fosse o bastante, o mapa que havia pegado do meu mestre havia rasgado quanto eu acabei tropeçando, sem dúvida por ser feito de papel barato, se bem que eu já havia decorado o caminho para Ghondrian, sendo o norte para cima, sul para baixo, leste para a esquerda e oeste para direita, eu só tinha que sempre ir para a direita e chegaria a Ghondrian logo. A escala daquele mapa velho também devia estar errada, pela distância entre Ghondrian e a Floresta Pacífica onde me despedi de meu mestre... ou será que estávamos na Floresta de Thoeak?

“Todas as florestas para mim são iguais mesmo...”

Enquanto ainda caminhava apressada, querendo sair logo daquele local, eu olhei distraída para o céu, tentando ver o sol que já estava indo em direção ao horizonte para tentar descobrir que horas já eram. Aparentemente já estava quase anoitecendo, e outra vez eu teria que dormir no escuro e no frio, tentando prestar atenção aos ruídos de qualquer coisa perigosa ao meu redor. Foi naquele instante que eu acabei tropeçando em algo grande, que estava estirado em um pedaço do solo onde havia grama, aparentemente já estava chegando a orla do bosque e nem havia percebido. Eu me levantei e olhei para seja lá no que havia tropeçado, com mau humor.

- Quem foi que jogou outra porcaria de pedra inútil no chão? – Falava mal humorada, já estava chegando ao limite da minha esparsa paciência.
avatar
Julieta Heim

Feminino Escorpião Mensagens : 75
Data de inscrição : 28/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
50/50  (50/50)
SP:
24/24  (24/24)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Camarão em Qui Jul 12, 2012 11:36 pm

[OFF primeiro... tenho de me desculpar com a demora de dois dias para postar... apareceu imprevistos profissionais (ou seja fui transformado em escravo). Bom... dane-se.... quero perguntar algo a vocês, querem que tenha uma ordem de postagem entre vocês? se sim quero que vocês conversem e me digam a decisão. AO POST]

-----> TREBANE <-----

Fazia alguns minutos que você dormia a beira da estrada, sua mente começava a vagar no meio do mundo dos sonhos e seu subconsciente começava a tramar um sonho muito doido para você quando acordar esquecer, mas antes que ele fosse feito uma bicuda nas costelas fez muito mais que te acordar, quase te matou de susto e uma voz feminina preencheu seus ouvidos:


- Quem foi que jogou outra porcaria de pedra inútil no chão?

Quando Aegnor olha para cima, olhando feio para ele está uma humana muito mal humorada, você passa a mão com cuidado em suas costelas na origem da dor e repara que a pele está dois centímetros mais funda que o normal, com certeza irá fica roxo.

-----> JULIETA<-----

Olhou para baixo e foi uma surpresa ver que a pedra era na verdade um elfo que dormia no seu caminho, pelo olhar dele você pode ver surpresa e dor, principalmente dor, pois por estar bastante irritada cada passo seu fazia no chão uma bela pegada, não seria diferente as costelas do elfo dorminhoco. Ele olha para onde parece doer e volta a te fitar com uma cara ainda confusa, não dava para você entender o que se passa na cabeça dele, por dormir na beira da estrada, mas ele poderia se considerar com sorte por ter sido você a atingi-lo e não algumas rodas de carroça.

-----> PARA OS DOIS <-----

Alguns minutos se passaram, tempo o suficiente para os dois dialogarem e logo o sol se pôs de vez, dando lugar a um céu repleto de nuvens que escondem uma lua cheia magnifica. Um vento frio vem do norte e a noite aparenta que será a mais fria daquele mês naquela região, mas para a "sorte" dos viajantes vários galhos secos eram visíveis perto das arvores o que daria uma bela fogueira com um pouco de esforço.

[OFF espero que gostem deu mestrando para vocês, sou novo nisso, se eu fizer alguma burrada, por favor me perdoem, mas não deixem passar em branco! qualquer coisa me mande PM ou fale comigo no msn camarão2012.1@hotmail.com.

Interpretem o encontro de vocês e como pretendem passar a noite, como falei no inicio é bom que vocês conversem sempre antes de postar, pois é um RPG de fórum e tudo pode ser planejado, porém não esqueçam de interpretar corretamente seus personagens.]


FICHA



Fala / Pensamento / Ação /

Outras informações
Spoiler:

Status
Força: 1
Agilidade: 3
Destreza: 5 +2
Vitalidade: 2
Inteligência: 1 +2

HP: ( 2 + 1 ) * 5 + 10 = 25
SP: ( 2 + 3 ) * 2 + 10 = 20

Carga Leve : 0 + 1 + 7 +5 = 13Kg
Carga Pesada : 13+ 20 = 33 Kg
Carga Máxima : 33 + 20 = 53 Kg

Diamantes: $ 0
Peças de ouro: $ 999
Peças de prata: $ 24.985
avatar
Camarão

Masculino Escorpião Mensagens : 163
Data de inscrição : 22/06/2012
Idade : 26

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
25/25  (25/25)
SP:
20/20  (20/20)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Trebane em Sab Jul 28, 2012 4:14 am

"Quem foi que jogou outra porcaria de pedra inútil no chão?"

Acordo assustado ouvindo estas palavras e sentindo um golpe em minhas costelas. Me levanto rápidamente já com a mão no cabo de minha adaga, tendo a dor e o medo, para tornar minha reação mais rapida, mas surpreedentemente a minha agressora não parece ter a intenção de me matar. Por mais incrivel que pareça tudo leva a crer que se trata apenas alguem que acidentalmente me chutou. "Que tipo de pessoa confunde um elfo com uma pedra?". Me pergunto... "Alias, que tipo de pessoa tem passos tão pesados ? E quase como se estivesse lutando com a terra!".

- Não posso culpar uma deficiente visual por não ter me visto! Me desculpe! - Digo um pouco mais calmo, tentando ignorar a dor - Me chamo Aegnor. Posso saber o nome de quem me chutou enquanto estava com a guarda baixa?-

________________________________________________________________________________________
OFF: como todo mundo desaparecido eu postei o que deu XD


avatar
Trebane

Masculino Escorpião Mensagens : 47
Data de inscrição : 28/05/2012
Idade : 26
Localização : Mundo dos sonhos

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
45/45  (45/45)
SP:
20/20  (20/20)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Julieta Heim em Qui Ago 02, 2012 12:24 pm

Agora que eu via que era um elfo tudo ficava mais claro, logicamente era só mais um elfo sonhador que ficava perdendo seu tempo dormindo no meio do chão de uma floresta ‘comungando com a mãe natureza’. Ele devia agradecer aos céus por eu e não uma pessoa mais mal humorada, se não fosse por isso já podiam ter enfiado um machado nele antes mesmo de verem que era um elfo. Eu me levantei, espanando a poeira da minha roupa, sem prestar muita atenção no sujeito, que colocava rapidamente a mão na adaga, sem dúvida um tolo se ousasse realmente me atacar, afinal não teria a mínima chance contra mim.

- Não posso culpar uma deficiente visual por não ter me visto! Me desculpe! - Digo um pouco mais calmo, tentando ignorar a dor - Me chamo Aegnor. Posso saber o nome de quem me chutou enquanto estava com a guarda baixa?-

“Há... mas que cara mais convencido, parece até que é algo além de um elfo preguiçoso...”

- Meu nome é Juliet, e aceito suas desculpas por ter sido um completo idiota e ter se deitado no meio da estrada desta maneira, e também por ter me chamado tolamente de deficiente visual... – Falava, sem muitos rodeios, enquanto espanava um pouco de terra dos ombros. – E o que um elfo faz estirado no meio do chão neste lugar e hora? Pensando bem... que lugar exatamente é este?
avatar
Julieta Heim

Feminino Escorpião Mensagens : 75
Data de inscrição : 28/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
50/50  (50/50)
SP:
24/24  (24/24)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Camarão em Qui Ago 02, 2012 1:44 pm

@ Trebane / Julieta Heim

Os dois começam a dialogar com cautela como a comunicação entre dois estranhos tem de ser, mas para lembra-los que é noite as nuvens andam e a lua ilumina a estrada dando a chance dos dois aventureiros ver um ao outro com mais detalhes. Quem olha de longe veria que o dialogo parece longe de acabar, mas o clima não está tão quente como no inicio e para constatar isso mais uma vez o vento vindo do norte atinge aquela estrada e quem está nela com um frio até os ossos.

@Trebane

Por um momento o vento gélido ataca sua pele fina e memorias das lendas contadas para as crianças vem a sua mente, "seriam esses os sopros dos dragões do norte?", mas esse pensamento foi afastado rapidamente quando você repara na cicatriz daquela que vos fala.

@Julieta Heim

O vento a incomoda um pouco, porém você está mais acostumada ao frio tenta esquecer e se foca no elfo a sua frente, com a luz do luar viu que ele ainda tem um ar sonolento e triste, observa também que ele fita sua cicatriz , entretanto não consegue decifrar a expressão que faz ao fazer isso.

OFF INICIO

Vocês podem dialogar o quanto quiserem, não precisam que eu poste para isso ok ? só claro não confundam isso com liberdade, nada de interpretar coisas que só o GM pode fazer ^^ cuidado em!

Conversem estou observando, vou postar após ver como vocês se desenrolam

OFF FIM


FICHA



Fala / Pensamento / Ação /

Outras informações
Spoiler:

Status
Força: 1
Agilidade: 3
Destreza: 5 +2
Vitalidade: 2
Inteligência: 1 +2

HP: ( 2 + 1 ) * 5 + 10 = 25
SP: ( 2 + 3 ) * 2 + 10 = 20

Carga Leve : 0 + 1 + 7 +5 = 13Kg
Carga Pesada : 13+ 20 = 33 Kg
Carga Máxima : 33 + 20 = 53 Kg

Diamantes: $ 0
Peças de ouro: $ 999
Peças de prata: $ 24.985
avatar
Camarão

Masculino Escorpião Mensagens : 163
Data de inscrição : 22/06/2012
Idade : 26

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
25/25  (25/25)
SP:
20/20  (20/20)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Trebane em Sex Ago 03, 2012 3:25 am

Sinto uma frente fria surgir repentinamente, mas vejo uma estranha queimadura na face daquela bela mulher. Penso: "Alguns dizem que as pessoas só aprendem quando perdem... Se for assim ela deve ter adquirido alguma sabedoria ao ganhar esta marca"

Mas meus pensamentos seguem outra linha ao ouvir as palavras da mulher a minha frente


- Meu nome é Juliet, e aceito suas desculpas por ter sido um completo idiota e ter se deitado no meio da estrada desta maneira, e também por ter me chamado tolamente de deficiente visual... – Falava, sem muitos rodeios, enquanto espanava um pouco de terra dos ombros. – E o que um elfo faz estirado no meio do chão neste lugar e hora? Pensando bem... que lugar exatamente é este?


- Não venha me culpar por pelo ocorrido! Se você não é deficiente como pode andar sem olhar por onde anda? - Digo um pouco transtornado, pois já passei uma vida inteira sendo o culpado de tudo - Andei por uma area da floresta mais perigosa, seguindo sem descanso durante dias... Quando cheguei aqui nas redondesas da Pequena Colina, achei que poderia descansar sem ser agredido por nenhuma criatura...-Digo como quem explica algo a uma criança - ...Ate você chegar -Concluo com um sorriso ironico.

Derrepente sinto novamente o frio congelando minha alma. Convencer aquela pobre ignorante sobre o quanto ela esta errada, torna-se trivial diante da necessidade fisiológica de me manter aquecido.

-Creio que seja mais sábio acender uma fogueira antes de continuarmos. Quando estivemos aquecidos eu adorerei ouvi sobre todas as pessoas que você chutou... descupe... quero dizer... Que atingiram seu pé com o corpo-

OFF: É certeza que o apocalipse de Callysta vai acontesse com uma discussão minha com a juli XD
PS: Esperando o dragão pra julieta chuta ele tambem ò.ó
avatar
Trebane

Masculino Escorpião Mensagens : 47
Data de inscrição : 28/05/2012
Idade : 26
Localização : Mundo dos sonhos

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
45/45  (45/45)
SP:
20/20  (20/20)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Julieta Heim em Seg Ago 06, 2012 7:46 pm

Um vento frio passava por nós, nada realmente que me incomodasse, afinal depois de todas aquelas noites que havia passado ao relento nós últimos dias não era um ventinho frio de nada que ia me fazer tremer. Ao mesmo tempo o elfo olhou para minha cicatriz, eu não conseguia olhar diretamente para a expressão em seu rosto, mas aquilo era realmente algo bem irritante.

- Sua mãe não lhe ensinou que é feio encarar as outras pessoas... - Falava claramente mal humorada.

- Não venha me culpar por pelo ocorrido! Se você não é deficiente como pode andar sem olhar por onde anda? - Digo um pouco transtornado, pois já passei uma vida inteira sendo o culpado de tudo - Andei por uma área da floresta mais perigosa, seguindo sem descanso durante dias... Quando cheguei aqui nas redondezas da Pequena Colina, achei que poderia descansar sem ser agredido por nenhuma criatura...-Digo como quem explica algo a uma criança - ...Ate você chegar -Concluo com um sorriso irônico.

- Se eu realmente tivesse agredido você, já não teria mais nem como andar, pois suas pernas estariam quebradas antes de poder dizer oi, senhor elfo que diz passar por lugares perigosos mas reclama de levar um mero tropeção... - Eu respondia, de maneira nem um pouco educada. - Se é para ficar aí chorando devia voltar para debaixo da saia da mamãe... nem para admitir seus próprios erros.

Eu estava visivelmente transtornada, odiava quanto as pessoas olhavam direto para minha cicatriz, aquilo realmente me deixava com uma vontade de quebrar o pescoço do fulano... talvez fosse o sangue minotauro que eu devia ter. Eu respirei fundo e me sentei em um pedregulho lançado na beirada do mato, olhando para o elfo a medida que ele falava, e eu escutava sem muita atenção.

-Creio que seja mais sábio acender uma fogueira antes de continuarmos. Quando estivemos aquecidos eu adorarei ouvi sobre todas as pessoas que você chutou... desculpe... quero dizer... Que atingiram seu pé com o corpo

- Ok, como prova de que não estou realmente furiosa por ser um grandíssimo tolo e mal-educado, vou permitir que você pegue a madeira e acenda a fogueira para nós está noite... - Eu respondia a ele, com um sorriso irônico estampado no rosto.

A verdade é que estava grata de encontrar alguém que podia fazer aquilo por mim, uma vez que não aturaria me aproximar das chamas. Pelo menos agora eu não ia ter que passar mais uma noite no frio e no escuro, sem uma fogueira por perto.
avatar
Julieta Heim

Feminino Escorpião Mensagens : 75
Data de inscrição : 28/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
50/50  (50/50)
SP:
24/24  (24/24)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Tevesh em Ter Ago 07, 2012 3:15 pm

Saiu do Lago Pacifico na Floresta Theak e seguiu até o bosque Xankul, não precisava se importar com comida já que tinha Thiriel para caçar para ele, mesmo assim Tevesh ia ficando cada vez mais preocupado enquanto seu cantil ia esvaziando, seria bom encontrar água em lugar logo. Chamou Thiriel com um assovio e ele desceu dos céus pronto para acompanha-lo. - Preciso que você encontre água pra mim. - disse para o grifo, batendo em suas costas, esse logo em seguida levantou voo, procurando por cima o que Tevesh lhe pediu. Sabia que o dia ainda seria longo, continuaria andando, não estava rápido, apenas mantinha um ritmo de caminhada tranquilo para que não se cansasse tão rapidamente.


Última edição por Tevesh em Seg Ago 13, 2012 11:46 pm, editado 1 vez(es)


avatar
Tevesh

Masculino Libra Mensagens : 181
Data de inscrição : 08/03/2011
Idade : 23

Ficha do personagem
Exp:
0/100  (0/100)
HP:
35/35  (35/35)
SP:
28/32  (28/32)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Trebane em Qui Ago 09, 2012 7:42 pm

- Sua mãe não lhe ensinou que é feio encarar as outras pessoas... -

Assim que ouso essas palavras eu desvio o olhar da marca esperando um momento mais oportuno para perguntar.

- Se eu realmente tivesse agredido você, já não teria mais nem como andar, pois suas pernas estariam quebradas antes de poder dizer oi, senhor elfo que diz passar por lugares perigosos mas reclama de levar um mero tropeção... - Eu respondia, de maneira nem um pouco educada. - Se é para ficar aí chorando devia voltar para debaixo da saia da mamãe... nem para admitir seus próprios erros.

Fico imaginando por um momento o quanto desta auto-afirmação é verdadeira, mas suas ofensas me levam a tentar clarear os pensamentos daquela humana de vida tão curta com tão pouco tempo para refletir.

- Minha senhora... não estou reclamando de dor nenhuma, mas estou questionando seu senso de direção uma vez que não tem a capacidade de distinguir se o caminho a sua frente esta limpo ou não... isto se torna um problema quando você começa a pisar e/ou chutar quem não tem nenhuma relação com tua jornada - Digo calmamente.

Logo já começo a juntar algumas folhas secas para que possa fazer com q o fogo se espalhe mais facilmente.

- Ok, como prova de que não estou realmente furiosa por ser um grandíssimo tolo e mal-educado, vou permitir que você pegue a madeira e acenda a fogueira para nós está noite... - Eu respondia a ele, com um sorriso irônico estampado no rosto.

-Vocês humanos e esta mania de querer mandar os outros fazerem as coisas por vocês- Digo balançando a cabeça para os lados -Antes de mais nada, eu acendo a fogueira porque esta frio, mas mesmo que eu acenda a fogueira, ela não se torna minha propriedade. O fogo é um recurso natural e não cabe a mim ser o senhor dele- Digo enquanto começo a juntar gravetos secos - ... Por isso... Sinta-se a vontade para ficar e trocar experiências. -Digo apreciando mais a compania da juliet do que compania nenhuma

Tendo reunido as folhas secas e os gravetos, eu fico de joelhos e pego uma pedra ao meu lado e sacando minha adaga eu começo a gerar atrito entra os dois objetos em minhas mão, para gerar faiscas que por fim acendam a fogueira



avatar
Trebane

Masculino Escorpião Mensagens : 47
Data de inscrição : 28/05/2012
Idade : 26
Localização : Mundo dos sonhos

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
45/45  (45/45)
SP:
20/20  (20/20)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Admin em Qua Ago 15, 2012 10:47 pm

@Tevesh

[OFF: Então.. Seu filhote de grifo não caça e não voa. Agora que me liguei nesse erro.. Ele é filhote demais para ambas as coisas. Ou isso, ou não poderá possuí-lo. Então, seu trabalho só aumenta, pois precisa cuidar dele tb xD]

Tevesh seguia viagem, que seria longa por sinal.A água estava no fim e não possuía muitos alimentos, pr sorte na floresta talvez não fosse tão difícil de achar alguma coisa.

@Trebane.

[OFF: Você está com o Camarão, certo?]




For we kill with the skill to survive
It's the eye of the tiger, it's the thrill of the fight
avatar
Admin

Masculino Peixes Mensagens : 667
Data de inscrição : 16/03/2010
Idade : 31
Localização : Nifflihein

Ficha do personagem
Exp:
99999999/99999999  (99999999/99999999)
HP:
99999999/99999999  (99999999/99999999)
SP:
99999999/99999999  (99999999/99999999)

http://ageoflegends.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Camarão em Ter Set 25, 2012 10:58 pm

@Trebane

Depois de alguns minutos raspando a adaga na pedra o elfo conseguiu fazer das faíscas brasa e com algum cuidado fez uma fogueira, organizando os gravetos para que ela durasse a noite inteira. Olhando para a adaga vê que ela ficou bem riscada e perdeu todo o belo brilho metálico que antes, por sorte não perdeu o fio. O Calor da fogueira afugenta o frio da noite e clareia o redor deixando sombras longas e dançantes, ver esse show de luz e sombra fez Aegnor começar a sentir fome.

@Julieta

A claridade fez o coração de Juliet saltar, pois seu medo de fogo nunca se deixa esquecer, toca de leve a cicatriz no rosto e fica olhando para o elfo com a claridade fazendo sombras sobre bruxuleantes sobre ele. Então poucos minutos se passam e o ar em volta da fogueira fica quente, mesmo com o vento tentando confrontar esse fato, senta-se de uma distância segura da fogueira e seu estomago começa a roncar.

@ Trebane e Julieta

A Lua está escondida, mas por sorte a fogueira ilumina boa parte do acampamento de vocês, a estrada segue de norte a sul, arvores crescem dos dois lados dela, porém uma região, o "acampamento", é repleta de grama, uma área mais ou menos circular de 4 metros de diâmetro, que separa a estrada de barro da floresta. A fogueira fica no meio deixando bastante terreno próximo dela para vocês se deitarem e dormir se assim desejar.

A noite avança a galope e já não parece tão fria e solitária para os dois viajantes. Quando estes terminaram sua refeição e o sono começou a exigir as horas que são suas por direito, um leve ruido pode ser ouvido a alguns metros do acampamento, algo como o de um galho se partindo dentro da floresta próxima. A sensação de estar sendo vigiado vem junto com o medo para os dois, porém vocês não sabem discernir se ela é realidade ou algo de suas mentes, após alguns segundos outro estalido e um terceiro.


FICHA



Fala / Pensamento / Ação /

Outras informações
Spoiler:

Status
Força: 1
Agilidade: 3
Destreza: 5 +2
Vitalidade: 2
Inteligência: 1 +2

HP: ( 2 + 1 ) * 5 + 10 = 25
SP: ( 2 + 3 ) * 2 + 10 = 20

Carga Leve : 0 + 1 + 7 +5 = 13Kg
Carga Pesada : 13+ 20 = 33 Kg
Carga Máxima : 33 + 20 = 53 Kg

Diamantes: $ 0
Peças de ouro: $ 999
Peças de prata: $ 24.985
avatar
Camarão

Masculino Escorpião Mensagens : 163
Data de inscrição : 22/06/2012
Idade : 26

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
25/25  (25/25)
SP:
20/20  (20/20)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Trebane em Qua Out 03, 2012 3:36 pm

Me sinto satisfeito quando finalmente consigo fazer a fogueira, inclusive porque tinha acerteza que a estranha teria muitas palavras "gentis" a dizer caso fracassasse. Me sento perto da fogueira e em pouco tempo, meu corpo que antes protestava de frio, começa e a protestar de fome.

Abro minha mochila e pego um pouco da minha ração de viagem e a como lentamente. Começo a sentir sono, mas desperto ao escutar um ruido vindo da escuridão na floresta. Decido fingir que não ouvi nada para ver o que acontesse, sem nem mesmo tentar dar nenhum sinal disso para Juliet, pois ainda não sei se posso confiar nela. Então vem um novo ruido mais proximo, já não posso ignorar, seja lá quem for e seja lá o que quer, esta vindo em nossa direção. Me levanto, de frente para a direção do último ruido, já com a mão no cabo de meu Estiletto.

- Mostre seu rosto e diga quem é e o porquê de ter vindo aqui!!! - Digo pronto para qualquer coisa.
avatar
Trebane

Masculino Escorpião Mensagens : 47
Data de inscrição : 28/05/2012
Idade : 26
Localização : Mundo dos sonhos

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
45/45  (45/45)
SP:
20/20  (20/20)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Julieta Heim em Qua Out 03, 2012 8:57 pm

Finalmente o elfo prepotente e mal-educado conseguia acender uma fogueira para nós aquecer e iluminar o ambiente ao nosso redor, enquanto a lua permanecia oculta pelas nuvens espessas no céu noturno. O fogo que tremulava em meio aos galhos secos, mesmo pequena, era o suficiente para que eu sentisse um calafrio percorrendo minha espinha, e uma dor em minha cicatriz. As memórias do incêndio no qual ganhará aquela marca ainda eram obscuras para mim, mas a dor era uma lembrança clara, não apenas a dor das queimaduras, mas de ter perdido minha mãe naquele mesmo dia.

"O passado é o passado, não interessa mais... continue firme no presente!" - Eu me lembrava das palavras que tantas vezes meu mestre escreverá para mim em sua plaquinha de falas. Eu sentia um pouco de falta dele, e até das duas noivas malucas dele, e até do minotauro que arrancará o braço dele, ele não deveria ter sido um cara tão ruim, era difícil para mim imaginar um minotauro... mal.

Pensamentos e mais pensamentos passavam por minha cabeça, enquanto permanecia em silêncio, olhando de lado para o meu companheiro de acampamento algumas vezes, prestando atenção a seus movimentos. Depois de um tempo, eu comecei a ser atingida pela fome, uma das piores sensações que se podia sentir, eu peguei duas laranjas que havia em minha mochila e comecei a descascá-las com a faca, comendo-as para enganar o estômago. Não sabia quanto tempo até alcançar civilização, e não tinha certeza se já devia gastar minha ração tão cedo.

Foi então que ouvi um estalo no meio do ambiente que nós cercava, eu não sabia realmente se era alguém ou um truque da minha mente, mas eu engoli o que restava da segunda laranja e ficava de prontidão. Da segunda vez que o ruído era ouvido, eu já me colocava de pé, e na terceira já ficava na postura de luta, para caso o que quer que fosse nos atacasse, enquanto o elfo roubava minha frase clichê.
avatar
Julieta Heim

Feminino Escorpião Mensagens : 75
Data de inscrição : 28/04/2012
Idade : 25

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
50/50  (50/50)
SP:
24/24  (24/24)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Camarão em Sex Out 05, 2012 4:41 pm

- DEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEMMMMMMMMMMMM - Foi a resposta para os dois aventureiros que veio da floresta, a voz era sinistra e horripilante, fazendo congelar o sangue nas veias de Aegnor e Juliet.

O som dos galhos e folhas secas se partindo ficou mais intenso, após alguns segundos algo sai da escuridão da floresta para ser iluminado pela fogueira do acampamento, um homem todo maltrapido e sujo, que anda arrastando os pés, tem os braços caídos ao lado do corpo de forma esquisita, mas o assustador dele é os olhos de um cadáver. A simples presença daquele ser na terra é para ser um absurdo e todos os instintos e sentidos dos dois aventureiros dizem isto, arrepiando os cabelos da nuca e fazendo gotas de suor frio aparecer por todo o corpo, então a alguns metros dos aventureiros o homem para.

Entretanto, o que deixou a situação mais assustadora não era o homem de olhar vazio parado na frente de vocês e sim sons de murmúrios e passos que ainda continuavam vindo da floresta, então para confirmar seus medos dois outros estranhos apareceram, um homem e uma mulher, alguns segundos depois vieram mais cinco e o número de pessoas que saiam da floresta sempre aumenta, porém todos eles param ao lado do primeiro fechando um semi circulo na frente dos aventureiros. Só quando os estranhos estavam próximos é que vocês começaram a enter os murmúrios:

- Aaaaaaaaaajjjjjjjjjjjjjuuuuuuuuuuuuu... - Alguns falavam.

- Nnnnnooooooooooooosssssssssssss... - Outros emitiam.

- Deeeeeeeeeeeeeeeeemmmmmmm... - Vários como o próprio primeiro estranho dizem isso.

Todos falavam ao mesmo tempo de forma sinistra e longa como se falar fosse algo difícil, por isso foi complicado entender o que era dito, após alguns segundo já havia aproximadamente cinquenta pessoas na frente da floresta. Todos os estranhos começam a avançar com os braços esticados querendo agarrar o elfo e a humana, agora os sons que emitem deixam de ser murmúrios para virar gritos sonoros e lentamente eles se aproximam.


FICHA



Fala / Pensamento / Ação /

Outras informações
Spoiler:

Status
Força: 1
Agilidade: 3
Destreza: 5 +2
Vitalidade: 2
Inteligência: 1 +2

HP: ( 2 + 1 ) * 5 + 10 = 25
SP: ( 2 + 3 ) * 2 + 10 = 20

Carga Leve : 0 + 1 + 7 +5 = 13Kg
Carga Pesada : 13+ 20 = 33 Kg
Carga Máxima : 33 + 20 = 53 Kg

Diamantes: $ 0
Peças de ouro: $ 999
Peças de prata: $ 24.985
avatar
Camarão

Masculino Escorpião Mensagens : 163
Data de inscrição : 22/06/2012
Idade : 26

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
25/25  (25/25)
SP:
20/20  (20/20)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Trebane em Seg Out 08, 2012 3:55 pm

O coro de gemidos faz com que sinta um um frio na barriga. Da mata sai um grupo que parece ser composto de mortos vivos. Iluminados pela luz fraca da fogueira eu os vejo se arrastar em nossa direção. Dou dois passos para traz apenas para me preparar para me defender se necessario e logo em seguida saco minhas duas adagas, ficando em guarda. Sou um elfo de sangue nobre e não irei fugir de criaturas tão inferiores. Quem me visse assim suado, poderia imaginar que que estava assustado, mas não... Aquilo era devido ao calor da fogueira que estava queimando a lenha depressa demais, deixando meu corpo quente...

- Vo-vocês n-não responderam minha pergunta... s-se chegarem mais perto morreram - Minha voz esta tremula e fico alguns segundos sem falar entre uma frase e outra, obviamente porque o calor da fogueira esta me deixando sem folego... Algo que qualquer um notaria.

Eles continuam gemendo e seguindo em nossa direção. Certamente eram zumbis e estavam ali atraz de mim pois como um elfo de grande beleza e poder, deveria ter uma carne deliciosa...Certamente não estariam ali pela carne de uma mera humana, que no maximo serviria de aperitivo.

- Estou lhes avisando... - Mais um passo para traz, porque o vento soprou forte em meu rosto me fazendo recuar... Que droga de fogueira! Esta me fazenro suar como um suino!
avatar
Trebane

Masculino Escorpião Mensagens : 47
Data de inscrição : 28/05/2012
Idade : 26
Localização : Mundo dos sonhos

Ficha do personagem
Exp:
20/100  (20/100)
HP:
45/45  (45/45)
SP:
20/20  (20/20)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque Xankul

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum